Sistema de Lupa activo | Voltar vista normal
Ambiente 

Porto de Aveiro pronto para investir em obras prioritárias

O reforço do cordão dunar, das margens da Ria e o trabalho em áreas específicas como a Gafanha de Aquém ou o Terminal Bacalhoeiro, na Gafanha da Nazaré, são áreas prioritárias definidas pelo Plano Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas.

O recurso a fundos financeiros nacionais e europeus surge como necessário, tal a dimensão do investimento que será necessário em áreas de risco, numa das zonas mais problemáticas no contexto europeu, com a subida do nível das águas.

Fátima Alves, da Administração do Porto de Aveiro, já assumiu que o tema das alterações climáticas "tem vindo a ganhar posições" na lista de prioridades dos Portos para os próximos anos.

A administração do Porto de Aveiro refere a recuperação da zona do Terminal Bacalhoeiro como um dos locais de investimento "necessário". Fátima Alves fala da estrada como elemento a cuidar numa operação de parceria com a Câmara de Ílhavo e os fundos europeus. (com áudio)

O Plano Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas tem a responsabilidade técnica do Centro de Estudos e Desenvolvimento Regional e Urbano e com a parceria do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar da Universidade de Aveiro, do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa e o apoio do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos.

Os responsáveis pelo Plano já avisaram que Governo e UE devem prepara-se para investir na defesa dos territórios.

COM ÁUDIO