FacebooktweeteryoutubehistorypinSlideshare
Get flash player to play to this file
FACEBOOK
NEWSLETTER

Remover e-mail da newsleter:


DESTAQUES

PTM IBRICA

Sobrevoando o Porto de Aveiro #1 | 2014 | VDEOFOTO

Jardim Oudinot | Fotos Areas| 2014 | VDEOFOTO

Exerccio/Simulacro Porto Seguro 2013 (Vdeo-foto 1)

Porto de Aveiro em movimento #1 | 2014 | VDEOFOTO

Sobrevoando o Porto de Aveiro #2 | 2014 | VDEOFOTO

Bicentenrio da abertura da Barra de Aveiro

Praia da Barra Fotos de outros tempos

Excurso dos Empregados Superiores do Dirio de Notcias a Viseu e Aveiro - 1930


METEO
Tempo Aveiro
LINKS

Figueira
Arquivo


Publicidade

FOTOS

 Farol da Barra de Aveiro em dia de nevoeiro

Farol da Barra de Aveiro em dia de nevoeiro
SLIDESHOW



EMPREITADA DE ALIMENTAO ARTIFICIAL DO TROO COSTEIRO DA COSTA NOVA-VAGUEIRA COM INERTES PROVENIENTES DO PORTO DE AVEIRO
Agncia Portuguesa do Ambiente autoriza investimento de quase 12 milhes de euros

O Conselho de Ministros autorizou esta quinta-feira a APA – Agência Portuguesa do Ambiente, IP e a APA – Administração do Porto de Aveiro, S.A. a realizarem a despesa inerente à empreitada de alimentação artificial do troço costeiro da Costa Nova-Vagueira com Inertes Provenientes do Porto de Aveiro.
O investimento, no valor total de 11.900.500,00 euros, é comparticipado em 75% pelo PO SEUR (relativamente ao valor da responsabilidade da APA, I.P.) e em 44% pelo Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (relativamente ao valor da responsabilidade da APA, S.A.).

A empreitada da “Alimentação Artificial do Troço Costeiro da Costa Nova - Vagueira com Inertes provenientes do Porto de Aveiro”, procede ao aproveitamento dos inertes existentes em depósito numa “ilha” localizada na bacia de manobra do Porto de Aveiro, em frente à Zona de Atividades Logísticas e Industriais (ZALI), reforçando a deriva litoral no troço costeiro a sul do Porto de Aveiro, garantindo, assim, a reposição do balanço sedimentar, envolvendo as ações previstas no projeto, nomeadamente: o transporte dos sedimentos existentes em depósito para a “ilha” localizada na bacia e a posterior remoção, destes e dos que constituem a “ilha”, por dragagem, e subsequente transporte e imersão na deriva litoral entre o 3.º e o 5.º esporões a sul da Costa Nova, entre as batimétricas -2,00 mZH e -5.00 mZH.
 








Newsletter: Subscrever | Newsletter: Cancelar | Poltica de Privacidade

feed
mapa
Publicidade