FacebooktweeteryoutubehistorypinSlideshare
Get flash player to play to this file
FACEBOOK
NEWSLETTER

Remover e-mail da newsleter:


DESTAQUES

PTM IBRICA

Sobrevoando o Porto de Aveiro #1 | 2014 | VDEOFOTO

Jardim Oudinot | Fotos Areas| 2014 | VDEOFOTO

Exerccio/Simulacro Porto Seguro 2013 (Vdeo-foto 1)

Porto de Aveiro em movimento #1 | 2014 | VDEOFOTO

Sobrevoando o Porto de Aveiro #2 | 2014 | VDEOFOTO

Bicentenrio da abertura da Barra de Aveiro

Praia da Barra Fotos de outros tempos

Excurso dos Empregados Superiores do Dirio de Notcias a Viseu e Aveiro - 1930


METEO
Tempo Aveiro
LINKS

Figueira
Arquivo


Publicidade

FOTOS

 Tall Ship Races no Porto de Aveiro

Tall Ship Races no Porto de Aveiro
SLIDESHOW



Apreendidas trs toneladas de pescado

A Polícia Marítima interceptou na madrugada de dia 4 um arrastão que estava a utilizar um dispositivo ilegal para reduzir a malha da rede de pesca, tendo sido apreendidas três toneladas de pescado, informou a Capitania do Porto de Aveiro.

A embarcação de nacionalidade portuguesa encontrava-se na faina de pesca a cerca de 10 milhas de costa a norte da praia de Mira, quando foi interceptada pela Polícia Marítima, durante uma operação policial dirigida à pesca do arrasto.

“A bordo, após a equipa de fiscalização da Polícia Marítima de Aveiro ter verificado que no interior do saco da rede de arrasto se encontrava um dispositivo para reduzir a malhagem, foi de imediato ordenado ao mestre da embarcação a interrupção da faina de pesca e o regresso ao porto de Aveiro”, refere a Capitania em comunicado.

Na mesma nota, a Capitania do Porto de Aveiro realça que a prática deste tipo de pesca com recurso a dispositivos ilegais para obstrução e redução da malhagem dos sacos das redes, “é altamente depredadora, constituindo uma prática dilapidatária da conservação e gestão dos recursos vivos marinhos”.

Segundo o comunicado, os infractores vão ser sujeitos a um processo de contra-ordenação, incorrendo numa coima que poderá ir de 598 a 37.400 euros.

O pescado fresco que foi apreendido será vendido em lota e o produto da venda reverterá a favor do Estado.

fonte








Newsletter: Subscrever | Newsletter: Cancelar | Poltica de Privacidade

feed
mapa
Publicidade