FacebooktweeteryoutubehistorypinSlideshare
Get flash player to play to this file
FACEBOOK
NEWSLETTER

Remover e-mail da newsleter:


DESTAQUES

PTM IBÉRICA

Sobrevoando o Porto de Aveiro #1 | 2014 | VÍDEOFOTO

Jardim Oudinot | Fotos Aéreas| 2014 | VÍDEOFOTO

Exercício/Simulacro “Porto Seguro 2013” (Vídeo-foto 1)

Porto de Aveiro em movimento #1 | 2014 | VÍDEOFOTO

Sobrevoando o Porto de Aveiro #2 | 2014 | VÍDEOFOTO

Bicentenário da abertura da Barra de Aveiro

Praia da Barra – Fotos de outros tempos

Excursão dos Empregados Superiores do «Diário de Notícias» a Viseu e Aveiro - 1930


METEO
Tempo Aveiro
LINKS

Figueira
Arquivo


Publicidade

FOTOS

 Farol da Barra de Aveiro em dia de nevoeiro

Farol da Barra de Aveiro em dia de nevoeiro
SLIDESHOW



Apreendidas três toneladas de pescado

A Polícia Marítima interceptou na madrugada de dia 4 um arrastão que estava a utilizar um dispositivo ilegal para reduzir a malha da rede de pesca, tendo sido apreendidas três toneladas de pescado, informou a Capitania do Porto de Aveiro.

A embarcação de nacionalidade portuguesa encontrava-se na faina de pesca a cerca de 10 milhas de costa a norte da praia de Mira, quando foi interceptada pela Polícia Marítima, durante uma operação policial dirigida à pesca do arrasto.

“A bordo, após a equipa de fiscalização da Polícia Marítima de Aveiro ter verificado que no interior do saco da rede de arrasto se encontrava um dispositivo para reduzir a malhagem, foi de imediato ordenado ao mestre da embarcação a interrupção da faina de pesca e o regresso ao porto de Aveiro”, refere a Capitania em comunicado.

Na mesma nota, a Capitania do Porto de Aveiro realça que a prática deste tipo de pesca com recurso a dispositivos ilegais para obstrução e redução da malhagem dos sacos das redes, “é altamente depredadora, constituindo uma prática dilapidatária da conservação e gestão dos recursos vivos marinhos”.

Segundo o comunicado, os infractores vão ser sujeitos a um processo de contra-ordenação, incorrendo numa coima que poderá ir de 598 a 37.400 euros.

O pescado fresco que foi apreendido será vendido em lota e o produto da venda reverterá a favor do Estado.

fonte


 



Data: 2013-12-05



Newsletter: Subscrever | Newsletter: Cancelar | Política de Privacidade e Confidencialidade

feed
mapa
Publicidade