FacebooktweeteryoutubehistorypinSlideshare
Get flash player to play to this file
FACEBOOK
NEWSLETTER

Remover e-mail da newsleter:


DESTAQUES

PTM IBRICA

Sobrevoando o Porto de Aveiro #1 | 2014 | VDEOFOTO

Jardim Oudinot | Fotos Areas| 2014 | VDEOFOTO

Exerccio/Simulacro Porto Seguro 2013 (Vdeo-foto 1)

Porto de Aveiro em movimento #1 | 2014 | VDEOFOTO

Sobrevoando o Porto de Aveiro #2 | 2014 | VDEOFOTO

Bicentenrio da abertura da Barra de Aveiro

Praia da Barra Fotos de outros tempos

Excurso dos Empregados Superiores do Dirio de Notcias a Viseu e Aveiro - 1930


METEO
Tempo Aveiro
LINKS

Figueira
Arquivo


Publicidade

FOTOS

 Encontro Natural

Encontro Natural
SLIDESHOW



RELANCE DA HISTRIA ECONMICA DE AVEIRO
Solues para o seu problema martimo, a partir do sculo XVII

Meus Senhores: - Não podem existir políticas de portos que sejam diferentes e sejam igualmente úteis; de todas será melhor aquela que se harmonizar com as condições geográficas do país e com as necessidades da economia interna e suas possibilidades de expansão”.

Assim iniciava a sua intervenção, no III Congresso Regional das Beiras, Silvério Ribeiro da Rocha e Cunha, à data capitão do Porto de Aveiro.
O magno encontro, que ficou para a história como o “Congresso de Aveiro”, decorreu nesta cidade de 13 a 16 de Maio de 1928.

Uma compilação de todas as intervenções foi mais tarde organizada por Francisco Ferreira Neves, professor do então Liceu Central de Aveiro e que desempenhou as funções de Secretário-Geral do congresso referido.
A obra integra o espólio do Arquivo Histórico-Documental do Porto de Aveiro (AHDAPA), tendo sido digitalizada no âmbito de um projecto de inventariação e digitalização de documentos do Arquivo da APA que decorre sob o Alto Patrocínio da Comunidade Portuária de Aveiro.

O Porto de Aveiro disponibiliza, em formato pdf, a versão integral da intervenção de Silvério da Rocha e Cunha. (15 páginas). PARA LER AQUI.
(digitalização e tratamento de imagens: Maria João Gamelas)



“O comandante Silvério Ribeiro da Rocha e Cunha, à data capitão do porto de Aveiro, proferiu, nesse congresso, uma conferência intitulada O PORTO DE AVEIRO, com “um estudo profundo da história, evolução e possibilidades deste porto, e indicando, por meio de projecções luminosas, as obras projectadas para a formação de um bom porto de pesca e comércio’. Começou por definir a função local e regional do porto de Aveiro, afirmando que ‘a função regional liga o porto à capacidade de produção e de consumo da zona interior; a industrial liga-o à actividade e organização da indústria local e às facilidades de distribuição de que goza por via marítima e terrestre; a função comercial depende principalmente da situação geográfica e marítima. A função regional dum porto leva-nos a considerar a determinação da sua zona de influência; embora o condicionalismo geográfico tenha muita importância, essa zona não se pode considerar como uma expressão geográfica, mas sim num sentido mais amplo, como uma expressão económica, em que intervêm o valor das forças produtoras e das comunicações ferroviárias e fluviais’. Faz, depois um breve resumo histórico, de que mencionamos só os factos mais significativos, ligando o devir de Aveiro com a sorte do seu porto”. – detalha Gaspar Albino em “Pensar Aveiro… - II”.
Continue a ler o texto de Gaspar Albino, aqui.

Silvério Ribeiro da Rocha e Cunha foi Ministro da Marinha, para além de ter exercido outros cargos de grande relevo (Chefe do Estado Maior do Comando Geral da Armada, Director Geral da Marinha Mercante, Capitão do porto de Aveiro (por duas vezes , em 1918 e 1928 , o que é raríssimo) .

 








Newsletter: Subscrever | Newsletter: Cancelar | Poltica de Privacidade

feed
mapa
Publicidade