FacebooktweeteryoutubeflickrSlideshare
Get flash player to play to this file
FACEBOOK
NEWSLETTER

Remover e-mail da newsleter:


DESTAQUES

PTM IBRICA

Sobrevoando o Porto de Aveiro #1 | 2014 | VDEOFOTO

Jardim Oudinot | Fotos Areas| 2014 | VDEOFOTO

Porto de Aveiro em movimento #1 | 2014 | VDEOFOTO

Sobrevoando o Porto de Aveiro #2 | 2014 | VDEOFOTO

Bicentenrio da abertura da Barra de Aveiro

Praia da Barra Fotos de outros tempos

Excurso dos Empregados Superiores do Dirio de Notcias a Viseu e Aveiro - 1930


METEO
Tempo Aveiro
LINKS

Figueira
Arquivo


Publicidade

FOTOS

 Porto de Aveiro - Por Paulo Magalhes

Porto de Aveiro - Por Paulo Magalhes
SLIDESHOW



CIEMAR-LHAVO
Inaugurao este sbado, 31 de Maro

Este sábado, 31 de Março, vai proceder-se à inauguração do CIEMar-Ílhavo. Trata-se da primeira unidade de investigação a ser constituída em Portugal em estreita articulação com um Museu Marítimo e, desde logo, em articulação com as Universidades e centros académicos de investigação de reconhecida competência na área marítima, conferindo-lhe um carácter inovador e promissor.

A criação de um centro de investigação agregado ao MMI e dotado de funcionalidades arquivísticas, tecnológicas e formativas no domínio da cultura marítima, tem como objectivo principal impulsionar a dinâmica de investigação que tem sustentado o projecto do Museu, ampliando-a de forma competente e criativa e projectando-a em escalas mais amplas O edifício do CIEMar-Ílhavo resulta de uma profunda remodelação da antiga Escola Preparatória de Ílhavo, contígua ao edifício do Museu. O projecto arquitectónico pertence aos arquitectos João Almeida e Filipe Costa que optaram por linguagens simples e por um reaprovaitamento eficiente das qualidades do antigo edifício. Especialmente audaz é o pavilhão revestido a tabuado onde se irá instalar o centro de documentação do CIEMar-Ílhavo, parte do edifício que evoca a estética dos palheiros da Costa Nova.

O CIEMar-ÍLHAVO foi imaginado como estrutura aberta a uma vasta comunidade de públicos e ao estabelecimento de sinergias com diversas instituições e agentes de cultura e conhecimento; enquanto organização activa no processo de desenvolvimento local, regional e nacional; como organização relevante no processo de valorização social da maritimidade. O simples facto de se tratar da primeira unidade de Investigação a ser constituída em Portugal em estreita articulação com um Museu Marítimo e, desde logo, em articulação com as Universidades e centros académicos de investigação de reconhecida competência na área marítima, confere-lhe um carácter inovador e promissor.

Acresce o facto de o CIEMar-Ílhavo se constituir como unidade de investigação dotada de um centro documental de temática marítima de singular importância para diversas áreas científicas e culturais, de uma incubadora de empresas destinada á produção de conteúdos em cultura do mar e de um centro de formação orientado para a socialização educativa de temas de cultura marítima, perfil integrado absolutamente inexistente em Portugal e pouco comum em países estrangeiros.

Ao assumir a centralidade da investigação científica e cultural (aplicada e não-aplicada) na sua vocação, o CIEMar-Ílhavo estrutura-se em valências que se pretendem integradas na sua orgânica funcional e dinâmica, subordinando a sua natureza, não apenas a uma lógica patrimonialista, mas de empreendedorismo cultural e de educação científica.

O CIEMar-Ílhavo visa promover cultural e socialmente as actividades económicas relacionadas com a pesca e com a economia marítima, em geral, ancorando esse trabalho numa escala muito ampla – o Oceano –, mas sobretudo à escala do “mar português” e do complexo biogeográfico da Ria de Aveiro.








Newsletter: Subscrever | Newsletter: Cancelar | Poltica de Privacidade

feed
mapa
Publicidade